Domingo, 17 de Outubro de 2021
30°

Pancada de chuva

Itaú de Minas - MG

Polícia Esquema de fraude

Em Guaxupé: Segunda fase da Operação Sinergia desarticula esquema de fraude no setor de metais e sucatas

Sonegação de ICMS pode chegar a 300 milhões de reais e envolve empresas de MG e SP

05/10/2021 às 08h13
Por: Marcos Claudino Fonte: MPMG
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

05/10 - Foi deflagrada na manhã desta terça-feira, 5 de outubro, a 2ª fase da Operação Sinergia, que tem como alvo o combate a fraudes tributárias no ramo de metais e sucatas, principalmente de alumínio e cobre, no Sul de Minas Gerais e São Paulo. Além de crime tributário, os empresários envolvidos podem responder pelos crimes de organização criminosa e falsidade ideológica.

 

Oito mandados de prisão temporária e oito mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Guaxupé e em São Paulo (na Capital, em Jundiaí e Guararema).

 

O suposto esquema pode ter causado prejuízo de cerca de 300 milhões de reais aos cofres públicos, em razão do não recolhimento do ICMS devido pelos beneficiários.

 

Além da articulação interinstitucional no âmbito do Cira (Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos), as investigações do Caoet de Varginha (Centro de Apoio Operacional de Defesa da Ordem Econômica e Tributária) contaram com o apoio operacional do Gaecos de Passos, Varginha e São Paulo.

 

Conforme o Cira, a 2ª fase operação Sinergia é fundamental para o aprofundamento da investigação das fraudes no Sul de MG e conta com a participação de 11 promotores de justiça, 8 servidores da Receita Estadual e 45 policiais militares, de Minas Gerais e São Paulo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias