Sexta, 03 de Dezembro de 2021
31°

Pancada de chuva

Itaú de Minas - MG

Polícia Golpe

Polícia Militar em Itaú de Minas orienta os empresários e a população sobre o golpe do falso fornecedor

Nova modalidade de golpe solicita transferência via Pix

12/11/2021 às 10h59 Atualizada em 12/11/2021 às 12h17
Por: Marcos Claudino Fonte: PMMG
Compartilhe:
Pelotão PM em Itaú de Minas
Pelotão PM em Itaú de Minas

12/11 - O Pix é uma ferramenta de pagamento imediato, elaborada pelo Banco Central. Está junto com TED, DOC e cartões para pessoas e empresas fazerem transferência ou receberem pagamentos. Ele possibilita que cidadãos e empresas façam transações em menos de 10 segundos, utilizando um aplicativo de celular.

 

Recentemente um novo tipo de golpe do Pix tem como alvo os micro e pequenos empreendedores. Com o crescimento do uso do método de pagamento imediato, os golpistas se adequaram à novidade. Agora os criminosos abrem contas PJ em vários bancos com os nomes de grandes marcas colocados de forma errada intencionalmente e enganam sobre transferências para deter empresários descuidados.

 

O “Golpe do falso fornecedor” só acontece a partir da engenharia social, conta com um erro da pessoa no pagamento de prestadores de serviços. Os criminosos abrem PJ em bancos digitais com nomes de empresas que não existem. Esses nomes são semelhantes aos nomes de empresas que existem, mas intencionalmente erram uma letra ou um número.

 

Depois que a conta é aberta, os golpistas entram em contato com a potencial vítima. Eles fingem que são fornecedores de uma empresa conhecida, informam que houve alteração nos procedimentos de pagamento usando o Pix e solicitam uma nova transferência para a confirmação.

 

Nossa reportagem conversou com o Cabo PM Elder, porta-voz do Pelotão de Polícia Militar em Itaú de Minas, que faz o alerta sobre essa nova modalidade de golpe. Segundo ele, para se evitar ser vítima desse tipo de golpe, caso seja informado que mudou a forma de pagamento para seu fornecedor de algum produto ou serviço, a orientação é fazer contato com a empresa fornecedora através do meio que habitualmente sempre se fez. Outra dica é verificar se não há algum erro na descrição do nome da empresa, antes de fazer a transferência via Pix.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias