Sábado, 22 de Janeiro de 2022
22°

Poucas nuvens

Itaú de Minas - MG

Polícia Bombeiros

Dois tamanduás-bandeira são capturados na região

Após serem capturados sem ferimentos, os animais foram soltos em ambiente natural

05/01/2022 às 11h04
Por: Marcos Claudino Fonte: Jornal do Sudoeste
Compartilhe:
Tamanduá bandeira recolhido na região central de Itamogi
Tamanduá bandeira recolhido na região central de Itamogi

05/01 - Bombeiros de São Sebastião do Paraíso terminaram o ano de 2021 e iniciaram 2022 com ocorrências de captura de tamanduás-bandeira, que posteriormente foram soltos. A primeira ocorrência foi registrada em 31 de dezembro na região central de Itamogi. Já o segundo atendimento por soldados do 2º Pelotão do Corpo de Bombeiros, foi registrado no Complexo do Japi, em Guaxupé.

 

Na sexta-feira (31 de dezembro), soldados do 4º Pelotão do Corpo de Bombeiros de São Sebastião do Paraíso foram acionados para o atendimento de uma ocorrência envolvendo a presença de um animal silvestre. O caso ocorreu na região central de Itamogi onde um tamanduá-bandeira foi localizado no alpendre de uma residência. Utilizando as técnicas de captura de animais, bombeiros conseguiram fazer a captura com sucesso sem causar ferimento ao tamanduá.

 

Situação semelhante ocorreu na segunda-feira (3 de janeiro), em Guaxupé. Bombeiros foram acionados por funcionários do local que avistaram o tamanduá andando dentro do complexo. Quando a equipe chegou ao local, o animal estava encurralado na cerca de alambrado. A maneira como o animal entrou no local ainda é desconhecida. Com auxílio de equipamentos específicos, foi feita a captura.

 

Nas duas situações após serem capturados sem ferimentos, os animais foram soltos em ambiente natural. Em Guaxupé, por exemplo, o tamanduá foi libertado na mata da Bocaina, na zona rural do município.

 

O Corpo de Bombeiros orienta as pessoas que ao avistar animais silvestres em situações de risco, perigo ou oferecendo riscos para alguém, acione o telefone 193 para captura dos mesmos. É recomendado que não se aproxime do animal e nem tente pegá-los e muito menos matá-los, pois, existe um grande risco de ataque dos mesmos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias